Perseverar nem sempre é fácil diante das mais diversas situações que a vida nos impõe, mas também não é algo impossível.  No entanto, sabemos que todos nós podemos alcançar a graça da perseverança. Por isso, continuando nossas meditações sobre o melhor jeito de se viver, conheça 8 motivos para perseverar.

1. Dedique-se a oração

A oração é o hábito mais importante que devemos cultivar. Santo Inácio de Loyola, mesmo ao final de sua vida, insistia aos sacerdotes de sua congregação para que nunca se descuidassem da oração diária e do exame de consciência. O santo sabia que a oração constante é o que nos dá forças e renova a nossa fé. Fortalecidos em Deus podemos enfrentar qualquer obstáculo que apareça em nossa vida. A oração nos auxilia a perseverar.

2. Faça contínuas reflexões nos caminhos de Deus

Perseverar é o preço que precisamos pagar para alcançar qualquer coisa nesta vida. Por isso, reflita em seu interior: “Tenho seguido os planos de Deus para a minha vida? Tenho perseverado nos caminhos que Ele traçou para mim?”.

Enquanto estivermos seguindo Seus caminhos nunca devemos desistir. Nunca! Por isso, perseverai na vontade do Senhor, e quando Lhe permitir experimentar uma grande derrota, uma humilhação, um sofrimento profundo, procure recolher-se em teu interior, ore pedindo forças ao Espírito Santo, descanse sua mente e retome a luta. Não deixe de perseverar.

3. Alimente os bons hábitos e combata os ruins

Mesmo que não percebamos, nossa vida gira em torno dos hábitos que formamos, sejam eles bons ou ruins. Os hábitos ruins são os vícios, e os bons, as virtudes. O grande segredo da vida é cultivar hábitos bons, e em contraponto superar os ruins. Afinal, como diz São Paulo aos Gálatas: “Colhemos o que semeamos” (Gal 6,7), ou como diz o livro dos Provérbios referindo-se aos vícios: “Quem semeia ventos, colhe tempestades” (Os 8,7).

4. Sempre dê um passo à frente

A perseverança é uma virtude que só tem duas regras. A primeira é: “sempre dê um passo à frente”; a segunda: “Quando não conseguir dar um passo à frente, volte à regra número 1”. Ou seja, perseverar é sempre avançar mesmo quando tudo parece estar estagnado em tua vida.

Certa vez, escutei a história de uma mulher que se chamava Elizabeth Keckly. Ela nasceu escrava, na Virgínia – EUA, no início do século 19. Foi maltratada, abusada, separada de seus pais e obrigada a trabalhar desde os 8 anos de idade. Apesar de toda injustiça sofrida, se converteu numa mulher batalhadora. Aprendeu a costurar e trabalhou incansavelmente para juntar um dinheiro extra porque queria comprar sua liberdade.

Depois de muitos anos, de sofrimentos e decepções, mas também com muita perseverança, vendendo os vestidos que ela mesma criou, tendo juntado uma soma considerável, tentou comprar sua liberdade. Porém, seu proprietário não aceitou. Contudo, ela não desistiu. Continuou trabalhando até que, em outra oportunidade, conseguiu comprar sua liberdade, quando já estava com 38 anos.

Elizabeth nunca desistiu de dar um passo à frente até deixar de ser escrava. E, depois disso, não deixou de perseverar até se tornar uma famosa costureira nos Estados Unidos. Logo ela passou a costurar os vestidos da primeira dama daquele país.  

5. Não desista ainda que as coisas estejam difíceis

Para alguns, os fracassos são vistos como uma oportunidade de aprendizado, um recomeço, uma chance de se tornar uma pessoa melhor. Para outros, no entanto, os fracassos são motivos para abandonar à luta. Essas pessoas sentem-se derrotadas pela vida e sem forças para buscar um recomeço – deixaram de perseverar.

Por isso, nas batalhas da vida, seja por conseguir um trabalho, por fazer um relacionamento dá certo, por alcançar uma meta, um prêmio ou um título profissional, você precisa aprender a superar os fracassos. Sem a capacidade de superar os fracassos você nunca conseguirá alcançar nada de valor. E lembre-se sempre que quanto maior a meta, maior será o esforço e maiores serão, também, os fracassos.  Perseverar é não desistir do melhor que você pode alcançar ou se tornar.

6. Renove sua fé continuamente

Analisando a história de personagens bíblicos, percebemos que todos tiveram que passar por grandes provações e perseverar em circunstâncias muito difíceis para alcançar o prêmio que Deus lhes prometia. Foi assim com Abraão que, teve que deixar sua terra e quase sacrificar seu próprio filho; com Moisés ao enfrentar o faraó e caminhar 40 anos pelo deserto; os profetas perseguidos e submetidos a graves dificuldades; e com o rei Davi que só chegou ao trono depois de viver muito tempo sendo perseguido e até exiliado. Podemos afirmar que a Bíblia é, portanto, o livro das provações, ou melhor, dos perseverantes.

Também nós somos provados em nossa fé. Dificuldades no trabalho, no casamento, com a família, às vezes podem nos fazer pensar que a opção mais razoável que temos é desistir.

Contudo, são em momentos assim que precisamos nos lembrar de que só quem perseverar até o fim se salvará; que a fé é capaz de mover montanhas e que tudo podemos com a força de Cristo, como dizia São Paulo.

7. Não se permita ficar pensando nos erros passados

Quem desanima diante dos fracassos e deixa de lutar é como aquele que vive a vida olhando pelo espelho retrovisor. Temos que deixar de pensar nos erros do passado e ter fé no amor de Deus e em seu poder. Ele diz através do profeta Jeremias: “Eu bem sei os planos que tenho para vós; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança” (Jr 29,11).

Em meio aos fracassos precisamos encontrar coragem para enfrentar novamente os desafios, lutar e vencer. Isso tudo não por nós mesmos, mas por Deus e pelo projeto maravilhoso que Ele tem para nossa vida.

A vida é uma provação. São Paulo diz que ninguém pode ser coroado se não venceu, que ninguém pode vencer se não lutou e que ninguém pode lutar se não tem um inimigo.  Aceite as lutas da tua vida. Procure perseverar sempre e serás vencedor.

8. Busque o Evangelho de Cristo para renovar a confiança

Cada página do Evangelho diz que devemos perseverar porque Aquele que nos dá forças é maior que todos os obstáculos do mundo. Somos filhos de Deus, e Deus não cria fracassos. Ele te criou para um destino glorioso, mas, como dizia Cristo, só aquele que perseverar até o final se salvará (Mt 24,13).

A Bíblia nos diz no Evangelho que “nada é impossível para Deus” (Lc 1,37). Se você acreditar neste único versículo, nada poderá vencê-lo.  Contudo, para renovar ainda mais nossa confiança, encontramos nas Sagradas Escrituras um questionamento que nos desafia a perseverar: “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Rm 8,31).  Isso significa que Deus não falha se nós não desistirmos.

E se você está se perguntando “quando é que essa luta acabará?”, ouso te responder que só cessará quando você morrer. A batalha faz parte da vida de um autêntico cristão. Também para Jesus foi assim. Também para Ele não foi fácil. Jesus enfrentou os maiores obstáculos, imagináveis, precisou carregar sua cruz até o final. Ele perseverou apesar de tudo, e como diz São João, finalmente venceu o mundo.

E você…? Vai se render? Está sentindo a tentação de desistir do plano de Deus para a sua vida? Procure perseverar! Lembre-se das palavras de Jesus a seus discípulos: “Só quem perseverar até o final se salvará”, e que nada é impossível para Deus.